EXAMES NACIONAIS E PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA - 2021

Os alunos que necessitem de esclarecimentos sobre a PIEPE ou outros assuntos relacionados com os exames nacionais e PEF, devem contactar, preferencialmente, a escola de inscrição enviando um e-mail para:
exames2021@ibn-mucana.pt 

Para consulta:
Manual de Instruções PIEPE 
FAQ’S PIEPE Inscrições 
LIVE: c/ o Presidente do JNE para tirar dúvidas sobre a Inscrição - Canal do Youtube Inspiring Future 
Regulamento de Exames 2021
Norma 01 2021 (atualizada a 12.04.21 - alterada a pág.22) 
Guia Geral de Exames 2021 
Ofício sobre Máquinas de Calcular   e (anexo)

Será importante estudar Os Lusíadas na escola?

Tendo em consideração que o 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades de comemorou há poucos dias, alguns alunos escreveram textos reflexivos acerca desta obra grandiosa. Eis algumas opiniões. 

 

 

Os Lusíadas é, sem dúvida, a «bíblia portuguesa». Não há nenhuma obra com um teor nacionalista e patriótico comparável à mesma, pois retrata um magnífico amor à pátria, que deve ser apreciado por todo o português.
Há alguns argumentos contra o estudo da obra nas escolas, há quem até lhe chame “uma obra que incentiva o fascismo”, mas esses argumentos são inválidos. Todos devemos amar a nossa pátria, pois só nos amando a nós mesmos podemos amar o próximo e, por isso mesmo, é fundamental o estudo d’Os Lusíadas, não porque nos vamos tornar ultranacionalistas obcecados, mas sim porque aprenderemos também a reconhecer a grandiosidade de outras culturas e povos para além do nosso. Ao mesmo tempo que se fortalece este lado nacional, ainda se aprende sobre  a estrutura da versificação camoniana. Então faz todo o sentido que o seu estudo seja realizado nas aulas de português.
Nesta nova realidade em que a internet evolui mais depressa  do que as pessoas, seria importante uma adaptação cinematográfica da obra em si, sendo eu um grande adepto da preservação desta nobre escrita tanto na sua forma original, como numa adaptação de modo a despertar a curiosidade e interesse das próximas gerações. Afinal de contas, quem apreciar um filme, certamente irá adorar estudar a sua versão escrita (e mais completa e original) nas aulas.
Por Rodrigo Martins, 10º B

------
A obra “Os Lusíadas” tem um grande papel na literatura e na História de Portugal sendo, por isso, importante estudá-la na escola a partir ao 9ºano.
Esta obra permite-nos aprender sobre a História do nosso país,  e ainda melhorar o nosso vocabulário.  É importante que esta epopeia continue a ser dada nas aulas de português, de maneira a que não sejamos totalmente ignorantes acerca do nosso passado, mantendo também vivo o orgulho nacional.
Por Carolina Reis, 10ºB

--------
Muito provavelmente, já deve ter colocado esta questão, ou pelo menos ter ouvido a mesma a ser colocada. A disciplina de Português remete os jovens, muitos deles contrariados, para a análise da obra de Camões e, em especial, da epopeia. 
Pode-se dizer que hoje em dia, com a presença de tecnologias, os livros foram deixados de lado e talvez a leitura d’Os Lusíadas  seja só mais uma obrigação escolar para muitos estudantes, visto que são obrigados a lê-la… No entanto, há que considerar inúmeros benefícios a partir da sua análise visto esta nos remeter para a História de Portugal e para os feitos dos nossos antepassados, sendo
estes não apenas imaginários, mas factos reais. Contactamos também com a escrita antiga, mesmo que esta tenha sofrido modificações antes de chegar aos nossos manuais. E Camões não deixa de efetuar diversas críticas ainda muito atuais, por exemplo, ao poder do ouro, à corrupção, à ganância, à falta de incentivo à cultura, etc.
De facto, é importante ler uma obra que remete para a história do nosso próprio país, mas suponho que se a maioria dos Portugueses a lesse mais, se enquanto  alunos não fossem obrigados a lê-la e relê-la na escola e apenas o fizessem por própria vontade.
Por Carolina Almeida, 10ºA

Destaques do "Magazibn"

  • Ser um estudante na União Europeia é bastante vantajoso. A “quase-federação” conta com 27 países membros, que são de livre acesso a qualquer cidadão da UE.

    Continuar...
  • Depois da inauguração da nova estufa Ibn no dia da Terra , assinalada com os Parabéns ao Planeta, esta semana, a turma Alfa 3, da Professora de Ensino Especial , Isabel Correia , preparou a terra e colocou o sistema de rega.

    Continuar...
  • No #diadaterra o Clube cantou os parabéns ao Planeta , assistiu a uma sessão de sensibilização sobre a importância dos Insetos dinamizada pela Insetopeia e inaugurou simbolicamente a nova estufa. Continuar...
  • Na Escola Básica Raul Lino, foi apresentado , via videoconferência, o projeto pedagógico: “Poupar é Ganhar”  (contador de histórias e um músico).

    Continuar...
  • EBS de Alcabideche representada na fase Intermunicipal do Concurso Nacional de Leitura
    João Andrade Veiga, do 10ºA , participou na fase Intermunicipal - Secundário do Concurso Nacional de Leitura  na penútima fase deste prestigiado concurso que envolveu catorze municípios, no dia 13 de abril.

    Continuar...
  • A propósito da comemoração dos 47 anos do 25 de abril, no âmbito das disciplinas de Cidadania e Desenvolvimento, as turmas do 10º B, 10º C, 11º B e 12º D/E (Sociologia), realizaram uma exposição alusiva à Revolução dos Cravos, no átrio da Escola Pólo.

    Continuar...
  • Na Escola Básica Raul Lino, no dia 26 de março de 2021, a Associação de Pais promoveu o evento intitulado: "A Feira das Profissões" (videoconferência). Foi um dia muito preenchido e divertido com a Caça aos Ovos e a entrega do jogo científico "Laboratório Antivírus".

    Continuar...
  • Os entusiastas das hortas biológicas não abandonam a sua horta. 
    "Mesmo em tempo de confinamento é preciso cuidar da nossa horta" (alunos do 12ºB)

    Continuar...
  • No dia 4 de março, decorreram as provas do Concurso Nacional de Leitura, fase municipal. Todos os participantes do agrupamento representaram muito bem as nossas escolas e, o mais importante, aprenderam muito, investiram na leitura, na cultura e divertiram-se. Dois destes alunos foram apurados para a fase intermunicipal: João Matos, do 6ºE, e Diogo Veiga, do 10ºA. Parabéns!

  • No dia 24 de fevereiro, às 10h30, tivemos o privilégio de ter connosco o escritor António Mota, autor de Pedro Alecrim, obra que está a ser estudada pelos nossos alunos do sexto ano e por uma turma do quinto, na disciplina de Português. 

    Continuar...
  • No âmbito do Clube Europeu, no dia 8 de março, as professoras Paula Menezes, Dalila Chumbinho e Filomena Clemente dinamizaram via Zoom um debate/reflexão acerca da importância de existir um Dia da Mulher. 

    Continuar...
  • Texto em homenagem a todas as mulheres que tenham sido injustiçadas. 
     Mulher Portuguesa
    É realmente visível uma evolução acentuada na nossa sociedade no que toca ao papel desempenhado pela mulher.

    Continuar...
  • A técnica Especializada para o Desenvolvimento Pessoal, Social e Comunitário,  Madalena Silva, lançou o desafio aos alunos do agrupamento para participarem, numa iniciativa da "Living Peace" , organização parceira da "Academia de Lideres Ubuntu", para comemorar o Dia Escolar da Paz e Não Violência (30 de janeiro).  Continuar...
  • No âmbito da disciplina de Espanhol, os alunos da turma F do 11º ano, realizaram trabalhos relativos à comemoração do “Día de la NO Violencia Escolar y de la Paz - 30 de enero”, onde criaram uma mensagem a partir de uma imagem alusiva aos diferentes tipos de violência.

    Continuar...