Ex-alunos da Ibn Mucana à conversa...

No passado dia 28 de janeiro, a nossa escola recebeu no C.R.E. ex-alunos, atuais alunos universitários, que vieram partilhar as suas experiências com alunos do 11º ano das turmas A, B, E e F.

O objetivo desta atividade, promovida pelas professoras Paula Abreu e Olga Prata, visava que os nossos alunos do secundário percebessem, caso queiram prosseguir os seus estudos frequentando um qualquer curso universitário, todo o percurso que os aguarda, com algumas dificuldades, muitas mudanças, mas também muitos desafios e conquistas.
Cremos que a atividade teve sucesso, foi muito agradável receber na escola estes ex-alunos tão bem-sucedidos, cada qual em áreas diferentes e para os atuais alunos foi importante perceberem, em traços gerais, aquilo que os espera no futuro.
A propósito desta atividade, as alunas Ana Margarida Garraio e Beatriz Vila, do 11º B, escreveram o seguinte:
“No passado dia 28 de janeiro algumas turmas assistiram a uma palestra dirigida por ex-alunos da escola, convidados pela Prof.ª Olga Prata e pela Prof.ª Paula Abreu para nos darem uma visão da sua experiência universitária, bem como os seus objetivos para o que se segue e os obstáculos até então enfrentados ao longo do seu percurso académico.
Nesta sessão tivemos a oportunidade de ter o testemunho de alguns alunos universitários que há alguns anos atrás já estiveram na nossa posição nesta escola, o que tornou possível identificarmo-nos mais com eles, visto que certamente tiveram muitas das dúvidas e incertezas com que nos deparamos agora relativamente à área em que queremos prosseguir estudos, bem como os receios que possuímos no que diz respeito ao futuro.
Posteriormente partilharam connosco algumas das suas experiências pessoais, tais como o primeiro contacto que tiveram com a universidade – as praxes, os amigos, as festas e sobretudo os estudos e o quão diferente é a vida de estudante universitário comparativamente ao secundário. Deram-nos alguns conselhos acerca de como vivermos essa fase da nossa vida da melhor maneira possível e disseram-nos para nunca deixarmos de acreditar em nós mesmos independentemente das circunstâncias. Para além disso, indicaram-nos algumas aptidões que devemos desenvolver e que certamente nos ajudarão no caminho para o sucesso.
Contaram-nos não só as suas histórias passadas como também os seus desejos e ambições para o futuro. Apesar dos seus percursos distintos, todos estão a trabalhar e a dar o seu máximo para serem o melhor de si, atingirem os seus objetivos e transmitiram-nos precisamente a mensagem de que devemos fazer o mesmo.
Existe a ideia preconcebida de que o mais importante no nosso percurso académico são as nossas classificações, porém, sem nos apercebermos, o que nós fazemos fora da escola também constitui uma influência significativa para a nossa construção pessoal. Quem nós somos, o que nós queremos e o que nos move. E independentemente das nossas diferenças e dos nossos objetivos, podemos alcançar tudo o que desejamos se trabalharmos para tal e nos empenharmos."

 

Oficinas